terça-feira, 25 de maio de 2010

PRESENTE DE GREGO

(No Estadão impresso, sexta-feira, 7/05/2010)
A maioria das crises até agora foi causada pela especulação, falta de controle das áreas financeiras e mau gasto de governos. Nas últimas, nosso presidente tem se vangloriado de que o Brasil foi pouco atingido, só sentiu "marolinhas". A verdade é que para ficar nessa tal de "marola", e não permitir a fuga de capitais, especuladores e agentes financeiros foram premiados com enormes lucros e o governo aumentou gastos improdutivos como nunca. Ao mesmo tempo, a infraestrutura do Brasil que trabalha e produz ficou a míngua de investimentos. Teremos aí uma grande bolha? Até quando poderemos descuidar de educação, transporte, saúde, segurança pública, estradas, etc., enquanto propiciamos aos capitalistas nacionais e internacionais lucros financeiros muito acima do mercado mundial? O que Lula está deixando para quem lhe suceder em 2011? Será mais do mesmo lucrativo presente para os financistas ou um grande e demolidor presente de Tróia para o presidente que quiser ajudar o Brasil trabalhador, eliminando a política de cobiça e usura que tem prevalecido?
Postar um comentário