sábado, 3 de abril de 2010

Vai uma aula de civilidade aí?

03/04/2010


Serra , em sua gestão, perseguiu a eficiência da máquina do serviço público em São Paulo, encarando o governo como uma empresa que vive de bons resultados.

A nota discordante neste processo foi a resistência da Apeoesp , intimamente ligada ao PT e à CUT, em aceitar as novas regras para os professores, como a avaliação da aptidão profissional dos mesmos através de provas e o mérito como condição para promoções e ganhos. A necessária melhoria no piso salarial fica impossibilitada pelo elevado porcentual exigido pelo sindicato da categoria, creio mesmo que para inviabilizar acordos e estender ao máximo esta baderna.

Felizmente a Apeoesp da "Bebel" não reflete o pensamento da grande maioria dos professores, que não obedeceram à ordem de greve geral . Os "feçôres" grevistas são somente aquele grupo de baderneiros que , sem pensar no prejuízo que esta greve está causando aos seus alunos , ainda perseveram em atravancar a Av.Paulista , colaborando para dificultar ainda mais o trânsito na cidade. Talvez uma aula de civilidade fizesse bem aos manifestantes.
Postar um comentário