quarta-feira, 3 de março de 2010

Lula e o Irã

03/03/2010


Aproveitando a presença em nosso país da secretária de Estado Hillary Clinton , o presidente Lula deu a ela seu recado, afirmando que não é prudente "encostar o Irã na parede", mas sim investir no diálogo para resolver o impasse sobre o programa nuclear da República Islâmica. Dessa maneira já sinalizou a conduta do Brasil para com o Irã.

E o Irã do fanático e totalitário Ahmadinejad pode impor sua pressão sobre o mundo atemorizando-o com a ameaça de já poder desenvolver armas atômicas?

E o MST pode pressionar criminosamente a sociedade brasileira desprezando e afrontando a lei que garante o direito pétreo à propriedade privada, tendo nós então que negociar com seus líderes a posse dos que nos pertence por direito e justiça?

E os criminosos soltos por este país beneficiados por leis brandas e indecentes podem continuar aterrorizando impunemente a população , cabendo à nós, expostos à sua sanha , ter que negociar nosso direito à vida com eles também?

A premissa , quando é falsa, distorce todo o raciocínio que a segue.
Postar um comentário