terça-feira, 1 de dezembro de 2009

TUDO É RELATIVO

TUDO É RELATIVO- publicada no Estadão on line em 30/11/09

Na vida tudo é relativo. Se um fio de cabelo na cabeça é pouco, na sopa é muito. Deve ser esse relativismo que tanto mal tem feito à sociedade. Exemplo disso são as leis, as regras e os regulamentos que por sofrerem muitas exceções passam a ser vistos como verdades ontem e mentiras hoje. A Justiça brasileira é perita em admitir que leis em vigor sofram todo tipo de modificações até estarem a contento de certos "poderosos". O Legislativo abdicou de seu papel de fazer leis sérias e duras, passou a fazê-las para ir ao encontro dos interesses pessoais. Ao fim do governo Lula ele também dirá, naquele tempo as coisas tinham um propósito, hoje têm outro. E assim, mudando os conceitos a seu bel-prazer vamos deixando esse país com cara de desonestidade, tal qual seus dirigentes, como se fosse coisa mais normal e natural do mundo. Socorro!
Izabel Avallone
Postar um comentário