sábado, 24 de outubro de 2009

ATÉ QUANDO, SENHOR?




ATÉ QUANDO, SENHOR?- publicada no Estadão e Jornal o Dia RJ em 24.10.09

A falta de segurança na cidade do Rio de Janeiro é o retrato do descaso. Vítima agonizando sem ser socorrida é um horror. O presidente Lula disse que não faltarão recursos. Mas de que adianta o dinheiro, se não chega aonde é preciso? Deve-se fazer uma fiscalização intensa nas fronteiras, por onde as armas passam sem a menor dificuldade. Outra providência é enfraquecer o tráfico, sem dinheiro o mercado não se movimenta nem haverá interesse da polícia em pactuar com o crime. A cidade que sediará a Olimpíada está expondo ao mundo o seu coração frágil, dominado pelos bandidos. Não é à toa que estão dizendo que o Rio está "em ponto de bala" para a Olimpíada. Se São Paulo tem a banda podre da polícia, o Rio tem uma orquestra sinfônica. Daqui a pouco o Cristo Redentor será visto com os braços levantados... Acordem, governos. Antes de pensar em comprar os caças franceses, salvem o povo das balas perdidas e acabem com a indústria das drogas! Mudem as leis e punam os bandidos de colarinho branco e preto!
Izabel Avallone
Postar um comentário