segunda-feira, 3 de agosto de 2009

O plebiscito de Cristovam Buarque

03/08/2009

O senador pelo PDT mas sempre ex-petista Cristovam Buarque conseguiu me deixar irada ! Em plenário, fazendo justa crítica a Sarney e insistindo em sua renúncia, de repente confunde alhos com bugalhos, ou seja, embola o politico com a instituição, e acaba propondo um plebiscito para o povo poder votar pela extinção do Senado! Ora, este discurso é de Lula, senador...êle é que disse que a culpa da crise não era de Sarney mas do Senado.

Ou seja, Cristovam rodeou, rodeou, e acabou chegando no ponto que queria, defendido há tempos pela ala mais radical do PT , da qual são dignos representantes o ministro Tarso Genro e o deputado federal pelo PT José Eduardo Martins Cardoso, seu presumido sucessor ao cargo de Ministro da Justiça. Todos eles, e aí incluo o senador Buarque, apoiando a tese do jurista de esquerda Dalmo Dallari, querem acabar com a instituição do Senado.

Eu confesso que se eles querem, então eu não quero mesmo. Por todos os motivos óbvios pelos quais o Senado merece ser mantido, mas principalmente agora porque, por principio , eu desconfio dos planos saídos de mentes petistas. Se convem à eles, certamente não nos convem e muito menos ao Brasil.

E com essas e outras, o senador Cristovam Buarque finalmente me provou o que sempre pensei: não existem ex-petistas...eles podem estar até sob outras legendas, mas todos continuam trabalhando pelo Partido. Pelo PT.

Em tempo: Se os senadores de bem quiserem restaurar o senado à sua real grandeza, o primeiro passo - depois de resolver este embrólio atual - é acabar com os suplentes , estes senadores sem um único voto, mas com um bolso muito generoso na hora de tentar eleger o candidato do qual só ambicionam ocupar o cargo. Eles são a tiririca que está ajudando a contaminar o terreno do Senado. Tem que extirpar-los mas com a raiz-batatinha e tudo! De vez!
Postar um comentário