domingo, 16 de agosto de 2009

Gimar Mendes em 2 momentos

08/08/2009

1) O ministro do STF Gilmar Mendes decide que o exercício da profissão de jornalismo não exige diploma. Prós e contras choveram de todo lado, mas a decisão vingou.
Um chegou a dizer que , tal como um cozinheiro - que não precisa de diploma para trabalhar- tampouco um jornalista o necessita...

2) Após um trabalho de jornalismo investigativo, o jornal O Estado de São Paulo publica uma série de reportagens expondo mazelas politicas cometidas pelo presidente do Senado José Sarney e divulgando informações sobre a Operação Boi Barrica , que envolve o nome do seu filho Fernando Sarney. O Juiz Dácio Vieira, amigo pessoal da familia, a pedido de Fernando Sarney, entra com uma liminar na justiça, impondo um cala-boca no jornal, uma prática de censura à imprensa própria de regimes ditatoriais.
Gilmar Mendes declara, no entanto, não ver prática de censura, apenas uma ação judicial.

Conclusão: - Gilmar Mendes talvez exprima o pensamento geral dos ministros do Supremo: desprezo total pelos jornalistas , pelo jornalismo e pela mídia como um todo.
Quero lembrar que liminar que cala a boca de um, pode, de repente, calar a boca de todos, inclusive a nossa....
Postar um comentário