sexta-feira, 19 de junho de 2009

Tomar "tino" ou tomar "tiro"

Neil Ferreira

É preciso conhecer a Mentirobrás, a mais poderosa e atuante estatal brasileira, e os meandros do lullismo para entender o ataque covarde a José Nêumanne Pinto, editor, escritor, poeta e um dos mais sólidos jornalistas brasileiros, editorialista do Estadão e do Jornal da Tarde, comentarista da Jovem Pan e do SBT.
Nêumanne é dono do próprio nariz, sabe onde o tem e onde o enfia, é independente. Governo e oposicinha detestam-no por igual porque não deixa barato para o governo nem para oposicinha. É um dos meus gurus.
Descobre fatos, ilumina-os, respeita-os, não os inventa, coloca-os aos nossos olhos, só não enxerga quem não quer. Atreveu-se a meter seu nariz na baderna da Usp, falsamente atribuída à “PM em confronto com professores e alunos”.
A greve é do Sintusp, Sindicato dos Tabalhadores da Usp, apoiado pelo Sindicato dos “Profeçores” Luizinhos, ambos braços da Cut e do pt, que arrastou alguns professores da Usp, secundaristas, alunos da Usp e penetras da Puc , ligados à Une, que mama nas tetas federais.
Os dois focos da questão esclareço abaixo. Estão disfarçados no blá blá blá sindicalês e na algaravia ideológica, que mistura a privilegiada ex-querda sindicalista com filhotinhos da zelite, munidos de gordos cartões de crédito, carrinhos zero e roupetas de grife, fornecidos pelos papais ausentes, carregados de culpa. O resto é papo para engambelar trouxa.
Na real, os grevistas exigem: (1) Recontratar o Brandão, desordeiro demitido por justa causa por invadir e destruir propriedade da sua empregadora, a Usp, arrebentando portas e computadores a pontapés e janelas a cadeiradas, dando imenso prejuízo ao conjunto da sociedade, já que o dinheiro da Usp é público, sai dos nossos impostos, o bandido meteu a mão no meu e no seu bolso. (2) Obediência à palavra de ordem “Não à Gestão Por Competência”. Todo Poder à Incompetência.
Resumo da ópera, querem a volta do Perigoso Hulk vermelho-pt e oram pela cartilha de Brasilia, de onde o Sindicalista Mor dá show de Incompetência em dois mandatos de lulla-lá, com ambição para mais.
Nêumanne, cara limpa frente às câmeras do SBT, recusou-se a demonizar a PM e criticou a baderna criada na entrada da Usp. Há gravação de áudio e vídeo. Pacifista, aconselhou aos grevistas: “Tomem tino”.
“Tino”, Houaiss, faculdade de avaliar os seres, os fenômenos, as coisas; instinto, juízo natural, discernimento; virtude que faz prever e procura evitar as inconveniências e os perigos, prudência, precaução, cuidado; intuição, sentido, tato.
Num movimento orquestrado, milhares de e-mails inundaram as caixas-postais do SBT e do Nêumanne, mentirosamente acusando-o de haver dito aos grevistas: “Tomem tiro”.
“Tiro”, Houaiss, disparo de arma de fogo, explosão; bala ou carga que se dispara a cada vez; ato de dar fim a alguém..
Dou um exemplo do nível dos “profeçores”luizinhos do Sindicato, que se atiraram ao ataque ao Nêumanne, “piçislitis”, como o autor grafaria.
“Jornalista Neumanne Pinto, em alguma dessas manhãs a me preparar para mais um dia de aula, fiquei estupefato, ao escutar um comentário do senhor sobre o movimento grevista da USP, disse o senhor “esses grevista devem ser combatido com força pela policia e tiros”. Hora (sic) meu caro jornalista (...)” Historiador Alexandre di Filippo.
A Chauí “furou” a greve para dar uma aula a favor da greve, que defende o desordeiro Brandão e o “Não à Gestão por Competência”, para alunos que “furaram” a greve e assistiram a aula.
Antonio Cândido, 91 anos, “furou” a greve, participou da aula da Chauí e tocou fogo na massa de manobra, insuflando ações violentas “ Exagerem, sejam justos e injustos ”.
Petistas que apoiam a greve “furam” a greve em defesa da greve (cuma ?)
Por qual arte “tino” virou “tiro” ? É Mentirobrás da pura, da legítima de alambique. Tenho certeza e dou exemplo.
Serra nunca disse que vai acabar com o bolsa-esmola que compra votos para o lullismo. Os blogs de apoio à Coroa do Cara afirmam em manchetes “Serra inimigo do povo vai acabar com o bolsa-família”.
Serra nunca disse que privatizaria a Petrobrás (acho que deveria dizer e privatizar, mas o Serra para sorte dele nunca pediu a minha opinião sobre esse momentoso assunto). Os blogs de apoio à Coroa do Cara afirmam em manchetes “Serra inimigo da pátria vai privatizar a Petrobrás”.
E a cereja de mentira em cima do bolo da mentira, que passou para nossa história recente. FHC disse, está escrito, publicado e gravado:
“O funcionário público que exige aposentar-se com vinte anos de trabalho, só pode ser um vagabundo”.
A Mentirobrás pregou-lhe à biografia que teria dito:
“O aposentado é um vagabundo”.
É exatemente assim que “tino” vira “tiro”. CQD, Como Queria Demonstrar.
A Mentirobrás aprendeu com o nazismo e aplicou com maestria o Enunciado de Goebbels: “Repita-se a mentira mil vezes que ela vira verdade.”
Minta-se mil vezes que lullinha é paz e amor; que o Fome Zero zerou a fome; que nunca antes nesse país. Minta-se mil vezes que “tino” é “tiro”.
HEIL LULLA ! SIEG HEIL !
Postar um comentário