sábado, 20 de junho de 2009

DIFÍCIL ACREDITAR

DIFÍCIL ACREDITAR- publicado no Estadão on line em 20/06/09

Li, mas não acreditei que a Câmara dos Deputados tenha tido a coragem de deixar para as calendas a reestruturação no sistema de gastos em modernização, e sem punição a quadrilha que negociava no câmbio negro com agências de turismo as passagens aéreas. A providência do Congresso foi criar uma cota única de R$ 23 a R$ 34 mil para cada deputado, incluindo-se passagens, correio e telefone. Mais outra verba de R$ 60 mil para contratação de assessores nos gabinetes, auxílio-moradia, 13º e 14º salários. Todo o montante poderá ser gasto onde, como e com quem o deputado quiser, ficando também a prestação das contas na internet quando o deputado achar conveniente. É preciso pelo menos repassar essa notícia a todas as pessoas que sonham com a possibilidade de que esse Congresso vai entrar na linha. Com todas a mordomias, existe algum deputado preocupado com seus eleitores?
Izabel Avallone
Postar um comentário