quinta-feira, 21 de maio de 2009

Palavra de presidente ...

15/05/2009

A Justiça acabou de inocentar Lula e Dilma, acusados pelo PSDB e DEM de propaganda eleitoral antecipada sob alegação de falta de provas. Assim ficou declarada a parcialidade dos juízes que assim o decidiram. Conforme matéria publicada no Estadão(pagA10) o procurador-geral da União Fernando Luiz de Albuquerque Faria , numa ação de extremo mau gôsto, chegou a citar a doença da ministra , destacando também que Dilma nem siquer é considerada pré-candidata.

Pois eu afirmo que existem milhões de testemunhas neste país que poderiam confirmar ter visto em emissoras nacionais o presidente Lula com Dilma à tiracolo sobre palanques de diferentes regiões do país, e ouvido da boca do próprio Lula que ela era a sua candidata escolhida para sucedê-lo.

Se isso é falta de provas....significa que nem a palavra do presidente vale mais nada?
Postar um comentário