terça-feira, 14 de abril de 2009

TREM BALA BRASILEIRO

TREM BALA BRASILEIRO/TREM BALA- publicado no Estadão em 14/04/09, publicada no Diario do Gde ABC em 15/04/09

O governo cogita de acelerar a obra do Trem de Alta Velocidade (TAV) entre São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro. Para quem vai sediar a Copa do Mundo em 2014 pode-se dizer que a obra está atrasada. Há anos a promessa não sai do papel. Um trem até o Rio de Janeiro, com todo o conforto de um trem europeu, desafogaria as estradas e até mesmo os aeroportos. O contrato bilionário movimentará diversas empresas interessadas nesse filão. Nunca é demais perguntar: onde estavam com a cabeça os administradores que acabaram com as vias férreas no Brasil? Além de ignorantes, foram incompetentes. Vão pagar preço de ouro para fazer apenas um trecho até o Rio de Janeiro. Enquanto na Europa os trens são valorizados, no Brasil o presidente Juscelino Kubitschek provocou grandes transformações na economia brasileira dando ênfase maior ao transporte rodoviário em detrimento do transporte ferroviário. Esse foi o principal motivo para a decadência da Companhia Paulista de Estradas de Ferro, que tanto fez por São Paulo e que hoje ajudaria a baratear a construção de um trem bala. Um bem precioso que o País perdeu por falta de visão dos nossos governantes.
Izabel Avallone
Postar um comentário