domingo, 29 de março de 2009

O erro de Roraima

Não escondo que não comungo com ideologias de esquerda, isso faz parte de mim desde sempre. Mas descobri que posso admirar um político de esquerda quando demonstra que mais que um filiado, é um homem culto e de caráter e, mais que tudo, um patriota brasileiro. É o que deixou demonstrado Aldo Rabelo em seu artigo "Erro em Roraima" onde mais uma vez alerta para as graves consequencias que se abaterão sobre o Brasil em função da absurda demarcação contínua da Reserva Raposa Serra do Sol, tão defendida pelos militantes da esquerda incentivados por organismos internacionais como ONU e OEA , por organizações não governamentais e multilaterais manipuladas por objetivos que se voltam contra o desenvolvimento do Brasil .

Porque aqui em nosso país , as bandeiras levantadas em defesa das questões ambientais, dos direitos humanos, das terras indígenas, se transformaram apenas em vistosas máscaras a esconder o verdadeiro objetivo dessas campanhas : conter as potencialidades do Brasil para que no futuro não ameace o "equilibrio" do mundo desenvolvido.

Foi assim que Lula abriu mão - e em nome do Brasil ! - de 99% do nióbio do planeta e que jazem sob o território da Raposa Serra do Sol. Dá para se entender?

Para evitar que mais absurdos como os de Roraima aconteçam, Aldo Rebelo e Ibsen Pinheiro propõem uma resistencia democrática através de um projeto de lei que , se aprovado, limita os poderes da Funai em delimitar as reservas e do Executivo em homologá-las por decreto.

Temos o dever de apoiar a aprovação do PL 4791, e podemos fazer isso pressionando os deputados federais! Só depende de nós , brasileiros !
Postar um comentário