quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

PALANQUE DE LULA

PALANQUE DE LULA- publicado no Jornal O Globo em 12/02;09 e Estadão on line

Em discurso de 50 minutos no Encontro nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, o presidente Lula esbravejou contra a imprensa (que ele diz não ler porque sente azia), por ela ter dito que o encontro era um ato político para angariar votos para a ministra Dilma. Lula disse não acreditar que o povo seja manada, marionete ou vaquinha de presépio, e que acabou o tempo em que alguém achava que poderia influenciar uma eleição por ser formador de opinião. Engana-se o presidente, o povo ficou mais exigente só vota com dinheiro garantido na conta. Em outro momento da solenidade Lula incentivou a participação das mulheres na política, introduzindo aí sua candidata Dilma à presidência da República, que teve de acalmar a plateia formada pelas primeiras-damas que esperaram uma hora, enquanto Lula assistia boa parte do primeiro tempo do amistoso Brasil x Itália na sala privativa do centro de Convenções Ulysses Guimarães. Às primeiras-damas, Lula disse que foi trocar de camisa. Foi aplaudido com gritos e flashes. Pela recepção recebida pode se perceber que existem sim marionetes, vaquinhas de presépio e manada, não fosse Lula, o presidente, essas senhoras ficariam quietas? O que desgosta o presidente é saber que apesar de seu palavrório há pessoas que leem, enxergam e pensam. Com uma diferença, elas não são pagas com dinheiro público e não precisam fingir.
Postar um comentário