sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

EU ACUSO OS FORA DA LEI LULLA E DIRMA!


Neil cana nelles Ferreira.


A lei é a eleitoral, número 9.504/97, em vigência há 12 anos e que esse monte de políticos que se elegeram mais a multidão dos que concorreram e não levaram, têm obrigação de conhecer. Sob essa lei, lulla perdeu em 1998 e ganhou em 2002 e 2006, conhece-a de trás para diante, pode ser anarfa mas burro é que não é.
O artigo 36 é cristalino, até os menas entendem-no, se honestos e de boa fé: "A propaganda eleitoral somente é permitida após o dia 5 de julho do ano da eleição". Se desonestos e de má fé, oram ao seu gurú deste momento, São Getúlio Vargas, que nos legou a milagrosa "Oração a Todos os Santos" -- "A lei... ora a lei..."
Os desonestos e de má fé deveriam ser ignorados, mas impuseram-se, tomaram o país e aparelharam o poder. Só sairão a pau -- não há mal que sempre dure, esperançosa reza contrita a vox populi, vox Dei, ajoelhada no milho, pagando antecipado a promessa de autoflagelação.
O gurú do momento é São Getúlio Vargas pelo milagre que fez de eleger Dutra para sua sucessão, equivalente da recauchutada assaltante cumpanhera dirma, tão inexpressivo quanto a dirma cuja é hoje.
Só que em Dutra plástica nenhuma daria jeito. Contam que visitando um poço de petróleo agachou-se e enfiou a carantonha no tubo de exploração para olhar e lá de dentro, bem do fundão, os operários gritavam desesperados "Não ! Aqui não ! É lá no bar !"
Noço Guia Iluminado, já se autoproclamou o cavalo em que baixaram JK, J.Cristo, Tiradentes e até Perón. "Metamorfoso ambulanto" (sic), vive trocando os "tailleurs" e terninhos Armani escondidos. De vez em quando assume e sai do armário envergando um ou outro. Desenterrou do caixão de São Getúlio a figura de "Pai dos Pobres e Mãe dos Ricos", que interpreta à perfeição, nivel de "Oscar" e "Globo de Ouro". Dela reencarnou a fome histórica para o continuismo ("nesse curto espaço de 15 anos..."), já que o Santo só pensava naquilo, só queria saber de outro mandato, mais tempo, prorrogação, pênaltis, melhor de 3, só morto largou o osso.
O atual já comprou o(s) juiz(es), quer o 3º. tempo, a prorrogação, os pênaltis e a melhor de 3, presiMente que não quer e tenta empurrar o seu Dutra, a cumpanhera assaltante dirma, de heróica folha corrida, submetida a recentes torturas pelos funileiros oficiais e seus martelinhos de ouro. Deram um trato na carcaça do modelo não sei qual ano do século passado, para enganar incautos como modelito 2010. (Seu ano de fabricação, como o da martaxa relaxa e goza, é trancado a 7 chaves, em segredo de cartão corporativo do lullismo).
Com o boneco do seu Dutra no colo, "A Mãe dos Ricos" passou a voar disfarçado sob o radar da lei, para não ser detectado na vida de fora da lei. Não me tapeia.
Todos viram o palanque permanente montado para a "não"- campanha da "não"- candidata. A pajelança com uns 4 mi prefeitos e centenas de primeiras damas, em Brasília; o périplo de aerolulla até o Maranhão para inaugurar a promessa de uma rodovia e uma ferrovia fantasmas; no jatinho executivo a "não"- candidata voou para o Rio Grande do Sul, para inaugurar a promessa de uma linha férrea que iria "daqui até lá", voou de jatinho para "lá" e inaugurou a promessa de que, pronta, a tal linha férrrea chegará "até aqui", um dia, se lulla (Deus) quiser.
Dito o quê, pulou de novo no jatinho e voou para Sumpólo, para um jantar com a zelite do pt vivente das obesas boquinhas federais e da granfinada vivente das invejáveis bolsas-juros, organizado pela martaxa relaxa e goza. As duas penosas abraçaram-se. Voou pena pra tudo quanto é lado.
Lenientes com a "não"- campanha, TSE e oposicinha, dóceis, calam-se. Até quando ?
JARBAS VASCONCELLOS AFIRMA:
"LULLA É CONIVENTE COM A CORRUPÇÃO".
NINGUÉM LIGA. ATÉ QUANDO ?
Neil Ferreira
Postar um comentário