segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

GOVERNO DA MAROLA

(No Estadão on-line, segunda-feira, 19/01/2009)
Têm muitas medidas deste (des)governo que só podem ser explicadas como efeitos da tal marola. Os boxeadores cubanos foram deportados de volta para a "ilha presídio", e o criminoso italiano está recebendo status de refugiado político; aqui, precisamos de pessoas competentes e sérias para melhorar a segurança interna, e estamos mandando um "bom xerife" para ser regiamente pago como adido policial (?) em Portugal (será que é para prender brasileiros que bebem muito vinho verde e fazem baderna em casas de fado?); aqui aumenta o desemprego devido à crise estamos criando um "fundo soberano" para ajudar empresas nacionais no exterior dar emprego a mais estrangeiros; aqui muitos sofrem com enchentes e deslizamentos sem maior atenção do governo, enquanto Cuba e Haiti recebem atendimento rápido e eficiente depois dos furacões... E assim temos uma situação em que o Brasil e os brasileiros, a ética, moral, honestidade e justiça, ficam cada vez mais em segundo plano, a mercê da ideologia e dos interesses partidários de Lula e seu governo. Chega! De "marola" em "marola" não aguentamos mais tanto enjoo e tanto nojo!
Postar um comentário