segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Eu gostaria de saber

v
Fundado em 1984 e filiado à organização internacional Via Campesina, o MST mantem-se desde sempre na ilegalidade, o que o livra , dentre outros incomodos, da ação do fisco, tornando-o um exemplo bem sucedido de banditismo acocorado pelo Estado brasileiro e por instituições internacionais, principalmente italianas.

É incompreensível que este movimento , que recebe verbas do governo e outras também vindas de fora, não possua um CNPJ e uma conta bancária....
Afinal, como entram então as contribuições vindas da Itália para uso do MST, e na conta de quem?

E as verbas do governo, quanto, onde e em nome de quem são depositadas para serem usadas à rodo pelo MST em ações violentas e que afrontam todos os principios garantidos na Constituição?

Eu gostaria muito de saber.
Postar um comentário