terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

E O MICO?

(No Estadão impresso, terça-feira, 22/02/2011)
Entendi que foram descobertas uma fraude de R$ 2,5 bilhões e outra de R$ 1,3 bilhão no Panamericano, que colocaram em risco o patrimônio de Silvio Santos e criaram sérios problemas para a Caixa Econômica Federal. Também entendi que, para evitar essa "tragédia", o Banco Central está "costurando" uma solução que livra todos de prejuízos, ainda permitindo que o BTG Pactual compre a parte de Silvio limpa de "esqueletos". Tudo será possível com a injeção maciça de dinheiro de um tal Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Entendi quase tudo. Só não entendi quem vai ficar com o mico. Parece que, como sempre, os que ganham em negócios de risco e fraudes vão sair numa boa, enquanto o abacaxi deles será descascado com recursos de correntistas e contribuintes. Triste sina a de nosso país.
Silvano Corrêa
Postar um comentário