domingo, 30 de janeiro de 2011

Os Ikpengs estão jururus

ESCRITA EM 26/12/2010

Segundo matéria divulgada em jornal de São Paulo, o cacique Araka, da tribo dos indios Ikpeng , povo que habita há décadas o Parque do Xingu , deita falação, mas seu nhenhenhem ( tagarelice) não é fruto da saudade do "aracê" (raiar do dia) às margens do rio Jatobá não...eu garanto que neste "aracê" de governo Dilma Rousseff, este assunto tem dedo do MST, a "tiririca" (erva daninha) do Brasil .

Araka considera seu povo "exilado" no Parque do Xingu, coitados....sem se lembrar que se há décadas os Villas Boas não os tivessem levado para lá, hoje nem existiriam mais como povo.

Querer nos fazer crer que o que o move é saudade, é julgar-nos um bando de " cari babaquara", brancos tolos. Afinal, suas ocas no Xingu não são" bibocas" (casa humilde) , eles estão conectados com o mundo moderno atraves de TV , da internet , participam de redes sociais como o Orkut e Facebook , tem atendimento médico d e categoria e suas taxas de natalidade são de primeiro mundo, usam de tecnologia de ponta para registrar seus festivais , cujos registros de dados só foi possível com o patrocínio amigo da Petrobras e do Ministério da Cultura... vivem num paraiso juntamente com todos os seus anacês(parentes) , membira(filhos) e curumins(crianças) ...e agora , de repente, apareceram perebas (feridas pequenas) no coração do cacique , ele ficou jururu (triste) e quer voltar para as barrancas do rio Jatobá, no MT ?

Não por acaso, para terras hoje já ocupadas legalmente por fazendeiros ,que nela produzem soja com fartura.... Conta outra, cacique...o senhor está à serviço do MST, ou está sendo usado por gente deles, sem exceção são todos abaité (gente ruim) . Nem é preciso ser um pajé para prever que desse mato vai sair uma confusão dos diabos. Anauê (Salve!) Andira( o senhor dos tristes agouros)...
Postar um comentário