terça-feira, 21 de dezembro de 2010

FALSA FELICIDADE

(No Estadão impresso, terça-feira, 21/12/2010)
O governo Lula termina como o governo da propaganda. Nunca antes neste país houve tanta verba dirigida pelo Executivo para enaltecer a si próprio. Assim o povo está sendo "doutrinado" a se sentir feliz, nem que seja na marra. Sem o carisma e o discurso de Lula, o que fará a nova presidente para não deixar esse forçado ufanismo esmaecer? Vai aumentar ainda mais a verba publicitária com uma mensagem de que "Lula fez muito e Dilma está fazendo muito mais"? Não duvido. Infelizmente, estamos sendo conduzidos por caminhos de falsa felicidade que ainda nos levarão a sérios problemas. Em vez de gastar tanto em autoelogio, vamos gastar mais em educação, com bom senso orçamentário e planejamento futuro. Mais seriedade e menos culto à personalidade.
Silvano Corrêa
Postar um comentário