quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

AH.... ESSAS PULGUINHAS QUE ME ATORMENTAM!

1. Por que será que alguns de nós não temos o mesmo entusiasmo que os 69,2% apontados pela pesquisa CNT/Sensus sobre o desempenho da futura presidente?

- Seria porque a então Ministra da Casa Civil minimizou o apagão, que atingiu 18 estados brasileiros e até o Paraguai, em meados de novembro de 2009, chamando-o de blecaute, talvez para se livrar de críticas sobre a sua competência durante a sua atuação no Ministério de Minas e Energia, pouco depois de haver declarado que nunca mais haveria apagão?

- Ou seria porque na Casa Covíl (opa!), digo Casa Civil, foram engedrados dossiês, chamados bancos de dados, contra os 'opositores', inclusive contra a ex-primeira dama, já falecida?

- Ou porque sua braço direito, Erenice Guerra, quando substituiu a futura presidente como ministra, foi envolvida nas maracutaias da família, classificadas como 'erros'?

- Ou pelo seu passado como guerrilheira?


2. Por que não me sinto orgulhosa por termos a primeira presidente do sexo feminino no comando da nação?

- Seria porque durante a campanha, aviltante e despudorada, o futuro ex-presidente convocou os seus fâs a verem a sua face, no lugar da sua (dele) candidata?

- Ou seria porque, após eleita, se curvou, docilmente, às indicações para os Ministérios feitas pelo seu criador, embora este houve jurado de pés juntos não interferir, afirmando estar convicto de poder ensinar (aos outros) como se comporta um ex-presidente?

- Ou seria porque ela usou - e permitiu que se usasse - a sua doença para impressionar o público cativo?

3. Por que não conseguimos enxergar a 'maravilha" desse maravilhoso conjunto de sumidades que tomarão posse dos Ministérios, a partir de Janeiro?

- Seria porque a 'competência' dos senhores ministros (ou Sinistros?) é avaliada pelo grau de envolvimento de S.Exªs. no esforço para levar uma quase desconhecida ao mais alto cargo da nação e/ou o grau de apadrinhamento?

- Ou seria porque alguns dos novos ministros foram premiados depois da derrota nas eleições em seus estados de origem?

- Ou seria ainda porque alguns são amigos de 'incomuns", intocáveis personagens, os grandes ladrões de outrora?

- Ou porque alguns, nem bem assumiram seus Ministérios, foram flagrados tentando 'arrombar' os cofres públicos, incluindo despesas e pasmem... até motel, usado para festinhas?

- Ou porque outros vão continuar em seus cargos, embora suas incompetências tenham sido francamente apontadas?

- Ou ... Ou... Ou.... São muitas as minhas dúvidas! Acho que só algum psiquiatra poderia me ajudar com as pulguinhas atrás das minhas orelhas....

De qualquer forma, FELIZ ANO NOVO para os que se sentem como eu e quanto aos outros, haverá - como sempre - muito pão e circo: a começar com as festanças da DESPEDIDA e da POSSE; depois vem o CARNAVAL, depois PÁSCOA, depois.... depois.... depois.... sempre haverá uma comemoração para inebriar o público pagante, não é?

Aparecida Dileide Gaziolla
Postar um comentário