segunda-feira, 1 de março de 2010

TEMPO DE GUERRILHEIRO CONTA PARA APOSENTADORIA

Tempo de guerrilheiro conta para aposentadoria- publicada no Diário do Sudoeste em 01/03/10

Enquanto milhões de trabalhadores brasileiros suam a camisa trabalhando e pagando para se aposentar com míseros 10 salários mínimos (caso raro na Previdência), o ministro Carlos Minc do Meio Ambiente ganhou o direito de contar o tempo que ele passou no exílio, segundo a Revista Veja. O guerrilheiro Minc viveu de 1970 a 1979 em Portugal e na França e usará esse tempo para se aposentar. Isso é que é chamar o trabalhador de idiota. O partido do PT que teve como bandeira defender os trabalhadores mostra a cada dia que tem vez nesse governo os guerrilheiros espertalhões. Mais uma porteira foi aberta para sangrar os cofres públicos. E não há legislação para impedir tamanho abuso. É a desmoralização completa. Brasil, um país de tolos!

Izabel Avallone
Postar um comentário