quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

TORRANDO DINHEIRO PÚBLICO

TORRANDO DINHEIRO PÚBLICO- publicada no Diário de SP em 03/01/10

Via de regra sou contra qualquer viagem de parlamentar com nosso dinheiro, pois eles sempre o usam para interesses próprios, mas a viagem do deputado Raul Jungmann (PPS-PE) a Honduras como observador internacional das eleições serviu para desfazer equívocos e trouxe luz onde o governo Lula só enxergou golpe. Voltou convencido de que os direitos humanos foram desrespeitados e pôde constatar que as eleições foram limpas, portanto o resultado foi legitimo. Não reconhecer as eleições hondurenhas faz o Brasil caminhar na contramão de toda comunidade internacional, da OEA, da ONU. Ao fazer opção por ficar ao lado de Chávez, Evo Morales, Fidel Castro, Rafael Correa tidos e conhecidos como governos autoritários e retrógrados, o Brasil dá um passo atrás.
Izabel Avallone
Postar um comentário