quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Só mereceu uma pequena nota

19/01/2010


Bem pequenina e discreta a nota publicada na PAG A8 do Estadão de 19/01/2010, mas para quem sabe ler com atenção e interpretando o texto é bem elucidativa.

Diz a nota que Marcos Roberto Bispo dos Santos, acusado de participar da morte de Celso Daniel , está preso desde 2002, apesar de que prisão preventiva seja de no máximo 81 dias. Seu advogado exige que o STF determine sua soltura pois Marcos estaria cumprindo pena sem nunca ter sido julgado.

Aqui está ocorrendo o inverso do argumento que o próprio Lula usa para defender companheiros denunciados de maracutaias diversas : até que saia o trânsito em julgado todo acusado deve ser considerado inocente. Mas esse cidadão cumpre pena antecipada numa evidente prática de pré-julgamento.

Entretanto, pensemos: se não convem a alguem que Marcos Roberto Bispo dos Santos seja libertado para flanar por aí com a lingua ao vento, será que isso convem ao próprio acusado? Talvez não seja bom para nenhuma das partes interessadas... principalmente para Marcos que tem muito mais a perder. Afinal, depois do assassinato de Celso Daniel, foram 7 ou 8 as testemunhas que acabaram batendo com as dez ?
Postar um comentário