terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Doentes fantasmas

05/01/2010


Um número assustador...13% dos quadros do Tribunal de Justiça do Estado (com um total de 45.000 servidores), estão de licença médica , sendo que grande parte destes servidores gozam de plena saúde!

O que - no funcionalismo público - começa com um paletó no encosto da cadeira depois do funcionário bater o ponto...só para marcar presença no trabalho enquanto , na verdade, ele sai para tratar de assuntos particulares , evoluiu para esse supremo desplante: atestado médico fraudado para que o funcionário fique de licença médica até por vários anos gozando de todas as regalias que a lei lhe garante.

Isso não é exclusividade da área do Tribunal de Justiça não...que se tenha coragem de levantar essa imundície e verão que os casos abundam em todas as áreas públicas e por todo o Brasil.

Há quem ache que é caso perdido tentar moralizar o funcionalismo, e se nada for feito neste sentido, é caso perdido mesmo. Mas eu boto fé que tem muita gente de caráter e competência que poderia ocupar a vaga destes que , insaciáveis, só sabem mamar nas tetas do governo. E para não corrompe-los com "tantas facilidades", o jeito é cobrar resultados , afinal, em qualquer empresa privada é assim que a coisa funciona.
Postar um comentário