quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

09/01/2010


Frase do novo presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo - Viana Santos - sobre esquema de concessão fraudulenta de licenças médicas justificando porque não abrirá processos disciplinares contra servidores faltosos e peritos médicos venais: "Não olho para o retrovisor, só para o parabrisa".

Pelo visto, o ilustre magistrado não parece nada preocupado com o que os cidadãos possam pensar a seu respeito ao definir e fazer pública sua linha de ação neste gravíssimo caso , e sendo assim,ele próprio me dá o direito de exprimir minhas ilações sobre sua atitude. Por exemplo, que ele poderia estar tentando acobertar pessoas de suas relações envolvidas no esquema....ou que ele teria uma percepção ética e moral de aplicação da justiça bastante deficitárias.

São só ilações...mas efetivamente posso dizer que se ele dirigir seu carro como está se propondo levar avante o Tribunal de Justiça de São Paulo, no mínimo deverá ter sua carta suspensa por direção irresponsável colocando em risco a vida e/ou a integridade física de motoristas inocentes .

E, data venia, quem olha só prá frente são os cavalos obrigados a usar viseira...
Portanto, espero apuração minuciosa deste caso escabroso, pois São Paulo não pode ser transformado em valhacouto de bandidos , de corruptos e servidores venais.
Postar um comentário