quinta-feira, 12 de novembro de 2009

O rato que ruge


Tal qual o incrível exército de Brancaleone, em pleno século 21, o Sr. Malvino, para desviar a atenção das péssimas condições sócio-economicas de seu país, deseja preparativos para a guerra? Seu sofrido e insatisfeito povo não deve levá-lo a sério nem crer nas suas bravatas mas, ràpidamente, se voltar contra êle, principalmente os jovens que podem ter o mesmo triste destino que os argentinos na Guerra das Malvinas.
A América Latina, aliás, está infestada por muitos discursos de auditório, muita bobagem irônica dita em palanques, muita incompetência ministerial e gente despreparada posando de mediador nessa risível aventura militar. Ressalte-se que os Estados Unidos não estão na Colombia apenas para defendê-la do narcotráfico. Há coisas muito mais interessantes na Amazonia, mal cuidada pelos proprietários, para ocupar a tropa ociosa.

Flavio Marcus Juliano
Postar um comentário