terça-feira, 17 de novembro de 2009

Momento Dilma e Nenê Constantino

17/11/2009


Quando se desata um nó, acaba se desfazendo uma trama inteira.

Rememorando sobre o escândalo da venda Varig e Variglog envolvendo diretamente a ministra-chefe da Casa Civil Dilma Roussef e o compadre de Lula , Roberto Teixeira , a gente se pergunta primeiro como uma empresa endividada , comprada por pouco mais de 20 milhões de dólares acabou sendo vendida alguns meses depois por 320 milhões ! Aí a gente descobre que as dívidas foram desvinculadas da venda da empresa...ah...que bom!

Quem comprou a Varig foi a Gol, cujo dono é Nene Constantino. E não é que me lembrei que este mesmo Nenê Constantino se envolveu num escândalo com o senador Joaquim Roriz quando se descobriu que o mesmo senador descontou um cheque milionário de Nenê alegando depois que era para comprar boi...um novilho de ouro, quiçáz ? Antes que a investigação fosse mais a fundo, o senador preferiu renunciar. Dizem que pensa em se candidatar no próximo ano...bem...e a sua ficha suja, não conta?

Não bastasse isso, em maio de 2009 Nenê Constantino foi procurado e preso sob acusação de estar envolvido ou ser o mandante do assassinato de duas pessoas, uma delas um líder comunitário numa disputa por um terreno de uma antiga garagem de onibus em Taguatinga.

Porque será que me lembrei do Nenê Constantino quando lí sobre o escandalo da Varig?E porque será que eu sempre penso em tráfico de influência a cada vez que uma negociata mal explicada envolve o nome de Dilma Rousseff?

Pena que tudo isso , para o governo Lula, pareça ser um assunto encerrado...
Postar um comentário