domingo, 22 de novembro de 2009

Lixem-se...

21/11/2009



"Estou me lixando para a pressão dos outros"...
E assim, com palavras próprias de comadre ensandecida pelo desprêzo, a liturgia do cargo de ministro do STF foi para as calendas. A instituição duas vezes secular teve sua grandeza moral e credibilidade diminuídas desde que seu trabalho principal passou a ser dar endosso e fazer realizável a vontade do Executivo. Mas a pá de cal foi jogada mesmo por Aires Britto...agora.

Como um país pode se manter dentro da legalidade democrática com um Supremo Tribunal Federal sem vontade própria e mais que interpretando a lei, aviltando-a para conformá-la aos desejos do presidente em exercício?

Certo é que o judiciário pressupõe uma grande dose de interpretações subjetivas...já que não é ciência exata...mas talvez o que esteja desfigurando o STF é a qualidade do material humano que o compõe. Sinto-me à vontade para assim externar o que sinto, já que o ministro Ayres Britto
nos liberou das necessárias formalidades inerentes ao cargo.
Postar um comentário