sexta-feira, 20 de novembro de 2009

AUMENTO DO IPTU

(No Estadão impresso, coluna SP Reclama, sexta-feira, 20/11/2009)
Senhor prefeito Gilberto Kassab, deixe-me ver se o entendi bem: como foram realizados "investimentos expressivos" pela Prefeitura, o senhor vai aumentar o IPTU residencial em até 40%. Ou seja, o imposto altíssimo que já pagamos não cobre esses investimentos. Gostaria de saber quais são os "investimentos expressivos" realizados, pois não vi nada de diferente sendo feito, pelo menos no meu bairro. Seguindo esse raciocínio, toda vez que algo a mais for realizado pelo poder público teremos de arcar com um acréscimo substancial nos impostos? Isso é um absurdo que só acontece no Brasil. Paga-se muito para sustentar uma máquina pública inchada e recebemos pouco em troca. Como nossos governantes estão sempre dando mais benesses para um funcionalismo público inchado, temos de ouvir desculpas esfarrapadas para justificar aumentos acima da inflação. O funcionalismo público graduado vive num círculo virtuoso de crescentes vantagens e direitos adquiridos, enquanto nós, aqueles que trabalham e produzem riqueza de fato, vivemos sob o peso crescente de uma carga fiscal injusta e a fundo perdido. Pergunto ao sr. Kassab: como tenho "gastos expressivos" com minha família, terei direito ao correspondente desconto no meu IPTU de 2010?
Postar um comentário