quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Mal entendido

Numa sociedade democrática, qualquer um pode chegar a ser presidente da República, senador, deputado, governador, prefeito, vereador. Mas não era para chegar no nível tão rasteiro como estamos. Qualquer um não quer dizer, assim, um qualquer! São Paulo, o coração da Nação, que se cuide, porque o Brasil caminha a passos largos para, à beira do penhasco, saltar para um mergulho ilusório no pré-sal. Mesmo sabendo que há muita coisa ruim que bóia e não afunda, o eleitor brasileiro poderia muito bem evitar mais quatro anos do "tudo que está aí, nunca antes neste país" e começar a votar com seriedade. Ou gosta de ser enganado?Flavio Marcus Juliano
Postar um comentário