terça-feira, 29 de setembro de 2009

Leis daninhas

28/09/2009

Um exemplo de lei com efeito danoso é a que garante aos menores o direito de ir e vir, através da qual meninos e meninas podem escolher permanecer nas ruas entregues ao vício das drogas e à prática da prostituição e do roubo.Neste caso esta lei serviu para tirar das costas do Estado a responsabilidade pela vida e pelo futuro destes menores. Pais tem deveres para com seus filhos, estabelecem-lhes limites, porem o Estado se exime de responsabilidade perante menores órfãos dando-lhes direitos ilimitados.

Outra lei daninha saída da cabeça de nossos maiores legisladores é a que favorece criminosos hediondos dando-lhes o direito à liberdade após cumprir só parte da pena a que foram condenados. Via de regra , eles voltam a praticar novos crimes e a criar novas vítimas tão logo se veem nas ruas.

Esta lei causa um dano imenso tanto à Policia Militar como à Policia Civil, pois que ambas estão na base da piramide que envolve a Segurança, ambas estão na frente de batalha tentando conter a criminalidade, e ambas sofrem o efeito de ver um criminoso de altíssima periculosidade , que lhes deu muito trabalho para levar à julgamento...ser devolvido às ruas para cometer novos crimes.

Esta é a lei que inviabiliza todo trabalho da Polícia, pois por mais que trabalhem os policiais tentando garantir a segurança da sociedade, o estoque de bandidos nunca diminue...pelo contrário ! E toda a responsabilidade pela situação caótica em que está a área de segurança recai sobre seus ombros, quando na verdade deveria recair sobre a dos nossos legisladores, os pais dessa lei infernal, o STF , que possibilitou que criminosos hediondos obtivessem a liberdade antes do fim de sua merecida pena!

Minha pergunta: À quem serve manter - através de uma lei - inviabilizado o trabalho policial e a população sempre refém da criminalidade?
Postar um comentário