terça-feira, 22 de setembro de 2009

Champanhe ou cianureto?!

Ler (ou ouvir) as notícias do dia não me dão azia, porque não tenho preguiça de ler e sou viciada em notícias. Mas... tenho ficado cada dia mais enojada, principalmente porque são tantas as falcatruas, que está até impossível de enumerá-las. A mais nova é o retorno do ag(r)aciado, ex-assessor do ex-deputado (cassado) José Dirceu para chefiar a Ouvidoria da Petrobrás, que não por acaso foi aprovado Conselho de Administração da empresa (22/07-A7). Não está sobrando pedra sobre pedra: os "cumpanheiros" estão deitando e rolando, rumo a um futuro nefasto, feito de propaganda enganosa, destinada aos milhões de analfabetos, analfabetos funcionais, empresários espertalhões, banqueiros e intelectualóides e artistas parados no tempo. Enquanto isso, o "noço" salvador da pátria, exsudando sua empáfia, em mais um de "seus trabalhos" - porque para elllle trabalhar é viajar.... muiiiiito! - está nos EUA, para receber prêmio concedido pelo Centro Internacional Woodrow Wilson, destinado àqueles que se distinguem na vida pública e principalmente para defender Cuba do embargo imposto pelos americanos e o deposto presidente de Honduras "Não podemos aceitar golpes militares em Honduras". Ao mesmo tempo a nossa embaixada hondurenha o acolhe, de braços abertos, e o chefe do Itamaraty, a exemplo do "chefe" faz aquela redundante, ridícula e viciosa afirmação de que de "nada sabiam"?!

Será que golpismo para permanência no poder, pode, seguindo os passos dos "hermanitos" ?!
Cruzes: e não é que Arnaldo Jabor está coberto de razâo com sua crônica "Devo pedir champanhe ou cianureto?"

Aparecida Dileide Gaziolla
Postar um comentário