quinta-feira, 20 de agosto de 2009

SENADOR FANTOCHE

(ilustração da nossa querida Silvane Sabóia)

Nunca uma caricatura exprimiu com tanta autenticidade, como a que hoje o Estadão estampou, do presidente do Conselho de Ética do Senado (A2/14/08), senador Paulo Duque.Este caricato senador não está representando um personagem burlesco, mas sim, um pobre diabo, que é pau mandado do chefe do governo.É desprovido do menor espírito de independência e de autoridade.A caricatura é de um desprezível fantoche, um boneco, que conforme o interesse do presidente Lula , movendo os cordéis aos quais ele, títere, está preso, se move à vontade e ao comando do chefão do Planalto. Prova recente desta vergonha, é o arquivamento decidido pelo caricato parlamentar,de todas as acusações e representações apresentadas contra o presidente José Sarney e o líder da oposição Arthur Virgílio, este réu confesso.A caricatura do presidente do Conselho de Ética, representa também, simbolicamente, todos os conselheiros que formam a maioria do governo no infausto órgão, manipulado pelos cordéis da inconsideração humana!
Antônio Brandileone
Postar um comentário