domingo, 2 de agosto de 2009

SE FOI LULLA QUEM DISSE, ESQUEÇA! AFINAL, O QUE LULLA DIZ NÃO SE ESCREVE!

No mesmo dia em que anunciou o reajuste de quase 10% para o Programa Bolsa Família, embora deixando claro que não tem orçamento para garantir o benefício, o presidente Lulla classificou de ignorantes e imbecis os que dizem que o principal programa social do seu governo é eleitoreiro e assistencialista. Esse é um bom exemplo da falaciosa “Democracia Petista”, da qual está impregnado o nosso presidente. No entender do douto primeiro mandatário, a condição “sine qua non” para que alguém não seja considerado ignorante e imbecil é a de que concorde cegamente com suas iniciativas, por mais estapafúrdias, irresponsáveis ou maldosas que possam ser. O bom nesse comportamento fascista assumido por Lulla, é que ele dá pleno direito a que todos digam exatamente o que pensam, inclusive externando suas desconfianças quanto à honestidade de propósito dos seus programas de distribuição de esmolas entre os miseráveis brasileiros. Partindo-se do princípio de que “bala trocada não dói”, todos ficam liberados para emitir claramente suas opiniões sobre ele e sobre aqueles que por interesses pessoais, falta de coragem cívica para divergir, ou puro “puxa-saquismo”, aderem incondicionalmente a qualquer governante de plantão, optando pelo velho e cínico princípio de “amarrar o burro onde o burro do dono manda”.

Júlio Ferreira
Recife - PE
Postar um comentário