quarta-feira, 5 de agosto de 2009

RESPOSTA A FERNANDO COLLOR


(ilustração da nossa querida Silvane Sabóia)

Na 2a.feira, dia 3 de agosto, Fernando Collor, num esgar alucinado, aquele olho diabo lançando chispas de ódio e insanidade, atreveu-se a mandar o senador Pedro Simon a “engolir” as palavras que acabara de pronunciar da tribuna do Senado. Mas o senador gaúcho nunca foi de engolir nada. Quem gosta de engolir, e com voracidade de Pantagruel, é Fernando Collor. Quando
presidente da República, engoliu (e arrotou) o Plano Collor I, depois engoliu
o Plano Collor II, ambos fracassados. Engoliu a orgia de corrupção em que se transformou seu governo, engoliu o impeachment da sua presidência, logo digerida numa renúncia covarde para não ser cassado. E, finalmente, coroando
sua carreira de engolidor de circo, engoliu seu arquiinimigo de toda a vida, o
presidente Lula, com direito a muitos tapinhas nas costas. Nos próximos números de sua brilhante carreira circense assistiremos a outros números de deglutição de coisas indigestas, até que o senador alagoano um dia se engasgue e fique com a língua de fora.
Esta é a resposta que faltava àquele político exibidor de macheza, que ainda não encontrou quem lhe dê uma lição frente a frente.

Gilberto de Mello Kujawski
e-mail: gmkuj@terra.com.br
Postar um comentário