quinta-feira, 6 de agosto de 2009

PIZZARNEY NO FORNO


(ilustração da nossa querida Silvane Sabóia)

(No Estadão impresso, quinta-feira, 6/08/2009)

O discurso de José Sarney no Senado, ontem, foi claro: a culpa toda foi do mordomo. Ele foi omisso em causa própria; acha natural favorecer familiares com atos de nepotismo, especialmente os secretos - ele é que foi pouco ético e faltou com o decoro... Qual a solução? Demite-se o mordomo e tudo voltará ao normal, ou seja, com os coronéis, patriarcas, amigos do "rei" e herdeiros reais das sesmarias, enfim, os eternos donos do poder mandando e desmandando em causa própria nesta República de bananas. Já dá para sentir o cheiro (fétido) da "pizzarney": massa extragrossa, coberta de gorgonzola e marmelada, regada fartamente com óleo de peroba. Para os brasileiros trabalhadores e honestos, os que pagam as farras da "realeza cabocla", a indigestão está garantida!
Postar um comentário