quarta-feira, 22 de julho de 2009

ELEIÇÃO PARASITÁRIA

ELEIÇÃO PARASITÁRIA-p ublicada no Estadão em 21/07/09 e Diário de Natal em 23-07-09

Vem aí a eleição parasitária. Serão eleitos 37 parlamentares como membros do Parlamento do Mercosul. Acontece que esses representantes, uma vez eleitos, receberão, como os deputados federais, R$ 16,5 mil, passagens aéreas, R$ 60 mil para contratação de funcionários, cota para despesas de mandato e até R$ 3 mil de auxílio-moradia, tudo pago pelo contribuinte. O projeto é de autoria do deputado Carlos Zarattini (PT-SP). A partir de 2014 os membros serão 75, uma vez que a representação adotada será proporcional à população de cada país. Por enquanto nada se falou sobre o trabalho deles, mas as mordomias estão garantidas. Por essas e outras é que devemos estar atentos ao estelionato eleitoral que virá nas próximas eleições. O número de picaretas vai aumentar e os gastos, também, mas eles estão tranquilos, porque a população desinformada dará vida boa aos futuros candidatos a vaga no Parlamento do Mercosul. E, de quebra, os brasileiros vão ter de engolir Hugo Chávez, que chamou os parlamentares de papagaios. Em países de Primeiro Mundo, esse projeto seria abortado no ninho, mas em países pobres essa é a maneira de se agarrar ao poder, ainda que por outras vias. E observem qual é o partido que defende a ideia, justamente o que criticava na oposição e prometia cortar gastos. Brasil, um país de tolos!

Izabel Avallone,
Postar um comentário