quarta-feira, 22 de julho de 2009

E para mim nada?...TUDO! (Neguinho)

22/07/2009

Antonio Geraldo Costa , o Neguinho ( pela nova regra do politicamente correto vai ter que mudar para Afrodescendentinho) criou coragem suficiente para abandonar a Suécia após 40 anos de exílio...quer dizer...ele não acreditou que o Brasil vivesse numa democracia , os jornais poderiam estar mentindo, não é? E o presidente metalúrgico poderia ser um personagem criado pela mídia só para fisgá-lo lá fora.

Resistiu impávido à todas as iscas, só acreditando mesmo quando o ministro Tarso Genro enviou um emissário especialmente para convencê-lo a voltar ao Brasil. (Interrompo porque tenho que dizer que estou nauseada ...esta vai fechar com chave de ouro o livro de sagas dos esquerdóides no Brasil...para enfeitar os livros da Nova História do Brasil distribuidos pelo governo nas escolas públicas de todo o país...) .

(Continuando...) O argumento maior para o convencimento de Neguinho (ops, desculpe) deve ter sido a aposentadoria compensatória que o governo brasileiro paga a todos os perseguidos pelo governo militar e à qual ele, como exilado, terá direito. E que não é pouca coisa não. Vejamos: se por ter amargado três longos dias numa prisão comendo só quentinhas Lula hoje recebe cerca de R$ 3.000,00 todo santo mês, qual não será o valor a que tem direito nosso herói Neguinho (ops, desculpe) , que amargou sentidas saudades respirando os ares da Suécia por infindáveis 40 anos?

Neguinho ( mais uma vez...) já é aposentado naquele país...o que significa que agora, com 2 gordas aposentadorias , Afrodescendentinho será feliz para sempre, que é como deve terminar toda estória da carochinha.
Postar um comentário